Abundante Colheita

  • PDF

Provérbios 14:4 - Não havendo bois o estábulo fica limpo, mas pela força do boi há abundância de colheita.

 

Deus tem despertado em meu coração um tema específico para nossa comunidade no ano de 2013. Muito embora o tema não seja novo, mas uma realidade viva em nossos corações, pois temos aprendido este princípio na palavra de Deus, esta realidade precisa ser desatada no mundo espiritual, e para que isto aconteça é preciso além de conhecer o resultado, saber o que nos espera, conhecer a exata matemática que produzirá o resultado que aguardamos, pois muitos estão somente interessados e voltados para o resultado.

 

 

O caminho para uma colheita é trabalho, uma grande colheita muito trabalho. O texto de provérbios nos deixa um prático ensino, não tendo bois o estábulo fica limpo, ou seja, não há trabalho algum, sem ninguém ou alguém para fazer sujeira.

A mais comum característica do ser humano é ter sem ter trabalho. Bois no estábulo significa a necessidade de trabalhar para mante-los alimentados e fortes, pois é da força dos bois que vem a abundante colheita.

Este texto me chamou a atenção porque na visão em que trabalhamos nos é exigido à aplicação deste principio, pois não vamos a lugar algum sozinhos, não iremos a lugar algum sem esforço, não colheremos nada se não estivermos dispostos a enfrentar estábulos sujos e fedorentos.

Na visão em que trabalhamos, ”alguém tem que fazer o trabalho sujo”, ou seja, muitas vezes têm que se limpar a caca sim, bois dão trabalho para cuida-los, mas é na força dos bois que vem a abundante colheita.

Sim, é verdade não trabalhamos com bois, mas muitas vezes as pessoas mais parecem animais do que pessoas, devido ao estado em que se encontram antes de receber a Cristo, mas ai vem o que chamamos de metamorfose, uma transformação (Rm. 12:2), e isto significa trabalhar nas pessoas, pois é delas que vem a força para uma abundante colheita.

Então, para nós aqui hoje não importa em que estágio da nossa caminhada com Cristo estamos, a cada um é exigido àquilo que tem para dar, mas para colher mais preciso semear mais, então quero destacar os passos imprescindíveis para que possamos ter uma abundante colheita.

Passos para um abundante colheita

1. Preparação da terra: Não podemos lançar a semente de qualquer jeito, é preciso preparar a terra, limpar a terra, preparar o terreno em que vamos lançar a semente. Existe alguns passos também importantes na preparação da terra que são:

a)   Remover obstáculos (pedras, tocos, lixo)

b)   Arar a terra (passar o arado que vai amolecer o terreno)

c)   Dependendo da terra e do cultivo será necessário adubar e outros.

d)   Abrir os buracos onde serão lançadas as sementes.

Trazendo para o sentido espiritual, esta preparação se dá pela oração, é a ferramenta necessária para a preparação de qualquer solo espiritual. Somente pela oração que teremos um solo totalmente preparado para que nossas sementes sejam lançadas (Mt 17:21).

Agora a minha oração tem que prevalecer, ela precisa atingir os céus, ela precisa ser respondida. O que adianta passar um arado com todos aqueles dentes quebrados na terra? Não adianta nada, pois não fará efeito na terra.

Assim acontece com muitas das orações, ficam sem respostas, por que coisas importantes estão quebradas.

“Mateus 6:14 e 15 -  Porque, se perdoardes aos homens as suas fensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós;  Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas”.

“Mateus 18:32-35-Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste. Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti? E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que devia. Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas.

Voltemos ao texto de Provérbios 14:4, o que você prefere, manter uma aparência de que esta por cima, que tudo esta bem, quando na verdade não é isto, o que acontece na verdade  é que  tem  se  deixado de fazer o que teria que  fazer, não adianta fugir do estábulo ou deixa-lo vazio, é da força dos bois que vem a abundante colheita.

Sabe querido é das pessoas que estão a tua volta que vem a força, sim daquela que te machuca, que não te entende, que te despreza, que te julga, que te aborrece, que fazem caca.

Mike Murdock escreveu em um dos seus livros a seguinte expressão: “Aquilo que te incomoda é o teu desígnio”. Não para você se queixar, mas para que você seja o agente de transformação por influencia e não por poder.

“Pessoas de oração amam incondicionalmente, se não existe amor nem compaixão é somente uma retórica, não importa o investimento de tempo, pode ser no monte ou no vale, são apenas vãs repetições”.

“Uma pessoa de oração não é medida pelo tempo de oração que diz ter, mas pelo tamanho do amor que dedica ao seu próximo mesmo sem ser correspondido”.

Você pode estar disposto a semear as melhores sementes, não colherá o suficiente para tua satisfação se primeiro não trabalhar a terra. Aumento da carga de oração é prioridade, mas esta prevalecerá dentro dos princípios estabelecidos por Deus.

 

2. Escolhendo as sementes: Um princípio importante é que devemos semear o que queremos colher (Gl.6:7). Depois do solo preparado é importante escolher as sementes daquilo que almejamos colher, lembrando que muitos cultivos será necessário um cuidado especial com esta semente, adubando e regando.

Da mesma forma ocorre no espiritual, aquilo que você deseja colher, vai ter que tá regando e adubando, ou seja, agindo com fé em relação a semente que você lançou. Não pense que você esta cultivando esta semente quando no culto no momento dos abraços, você diz que a ama, isto é religiosismo.

Sabe o que é cultivar uma semente, adubando e regando? É quando você sabe  que não esta nada bem entre você  e outra pessoa, você chega diz para ela você é muito importante para mim, minha vida só tem sentido porque você esta junto comigo (para os casais), irmão você é uma benção para mim, irmão sua vida me abençoa.

Muitas vezes aconselhamos as pessoas nestas questões difíceis, mas é uma decisão pessoal, não pode ser do tipo  “eu vim aqui porque o pastor mandou”(principalmente casais).

Qual a semente que está em suas mãos? Amor, misericórdia, compaixão, paz ou julgamento, condenação, ódio, inimizade? Liberalidade ou avareza?

Aquilo que você plantar é que vai colher.

 

3. Só posso colher onde planto: Já havia falado que a característica do homem é querer colher o que não plantou e também onde não plantou. Quem não passou por um pomar de frutas, e vendo aquelas lindas bergamotas, lindos cachos de uvas e não pensou em ir até lá e pegar umas frutas mesmo com o aviso, propriedade particular não entre.

Assim acontece com muitos, querendo colher o que não planta, e onde não planta. Tem uns que plantam falsidade, na frente é uma coisa por traz é outra, o que você acha que uma pessoa assim colherá?

Alguns querem honra, outros respeito, outros, serem amados, outros serem aceitos. Você só vai colher isto das pessoas que você plantar, lembrando que isto vai exigir de você determinação, paciência e perseverança, isto sim é cultivar uma semente, porque ninguém pode esperar colher o que não planta.

Pela manhã semeia a tua semente, e à tarde não retires a tua mão, porque tu não sabes qual prosperará, se esta, se aquela, ou se ambas serão igualmente boas. (Eclesiastes 11 : 6)

Conclusão: Toda colheita esta condicionada a atitude pessoal de cada um, no mundo espiritual funciona desta forma, colheremos de forma pessoal e intransferível pois é Deus quem estabelece esta lei, o que eu colho é o que planto.

Eu quero desafiar você hoje a determinar uma plantação diferenciada em todos aspectos da tua vida, com base no texto de Joel 2:23-29, quero que você pegue uma folha em branco e escreva o que você deseja colher em 2013, em todas áreas da sua vida pessoal, familiar, fraterna, secular e ministerial.

Quero lembrar que o desafio é principalmente para os maiores obstáculos que enfrentamos em 2012, tudo aquilo que você quer que seja diferente é o teu principal trabalho.

Que 2013 seja um ano de grandes conquistas, através da abundante colheita reservada a todos nós.

 

Deus os abençoe.

 

Pr José Carlos

Comentários  

 
0 #1 jessica 14-12-2017 16:01
Muito obrigada, esse texto era tudo o que precisava ler no momento.
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar