Passos que antecedem a queda de um líder

  • PDF

“Eu faço meu próprio destino e me transformo naquilo que acredito. Posso fazer aquilo que acredito”. (Laurie Beth Jones – Jesus o maior líder que já existiu – pg. 139)

Texto base: Então Samuel apanhou um jarro de óleo, derramou-o sobre a cabeça de Saul e o beijou, dizendo: “O Senhor o tem ungido como líder da herança dele”. (1Sm. 10:1).

Introdução: Não podemos definir uma liderança de sucesso apenas pelo seu começo, pois muitos líderes começaram bem, mas não terminam bem a sua liderança. Alguém poderia dizer que estes que fracassaram, fracassaram porque não foram chamados para serem lideres.

O guru da administração Peter Drucker declara que podem existir muitos líderes natos, mas ainda são muito poucos para que dependamos exclusivamente deles, portanto ele acredita que todas as pessoas têm condições para exerceram uma liderança eficiente, basta para isto serem formadas. “Liderança é uma coisa que deve ser adquirida”.

 

Quando líder um esta em formação, ele precisa ser orientado para algumas verdades importantes da liderança.

  • O mesmo esforço que se faz para chegar à liderança é o mesmo que precisa existir quando estamos em posição de liderança.
  • Liderança é influência, não é poder.
  • A queda de um líder é muitas vezes mais rápida que sua ascensão.
  • Deus estabelece ou escolhe o líder de acordo com o povo.

Condução de Saul ao governo de Israel

O povo de Israel estava clamando a Deus pedindo-lhe um rei, já não mais aceitavam serem dirigidos pelos juízes (1Sm. 8:4-5), desejavam um modelo de governo para Israel semelhante a outras nações (1Sm. 8:20) mesmo que fosse pior, eles queriam um novo modelo (1Sm. 8:19).

Deus escolhe o perfil de um rei que pudesse governar a Israel de acordo com a vontade do povo (1Sm. 9:16).

Saul teve todas as ferramentas necessárias para liderar Israel sob a direção de Deus (1Sm. 9:24).

O resumo da forma com que Saul foi conduzido ao governo de Israel é este: “Necessidade”.

“Principio de liderança: Liderança não é por necessidade, mas por propósito”.

Os passos errados de Saul em sua liderança

A liderança de Saul começou de forma promissora, assim que assumiu sua posição de rei sobre Israel, a cidade de Jabes – Gileade estava sendo invadida pelos homens de Amom. Vendo os homens de Jabes - Gileade que não teriam como vencer os amonitas pediram um acordo. O amonita Naás disse que faria  o acordo sob uma condição: “ que eu arranque o olho direito de cada um de vocês e humilhe a Israel. (1Sm. 11: 1-2).

Toda esta situação gerou um lamento muito grande entre o povo e quando Saul presenciou isto tomou posição contra os amonitas convocando os homens de Israel. Os que se chegaram a Saul foram 330 mil homens que livraram a Jabes - Gileade sob o comando de Saul. O que comprometeu a liderança de Saul foi o seu caráter, após um ano de reinado tem um ato explicito de rebeldia ( 1Sm. 13:13).

Mas gostaria de ressaltar um episódio ocorrido na vida de Saul que ocorreu quando o profeta Samuel diante do povo faz consulta ao Senhor para ver quem ia reinar sobre Israel, embora Samuel já tendo ungido a Saul como rei e ele mesmo Saul ciente disto, no momento em que ele seria apresentado como rei por Samuel, estava escondido entre as bagagens.

Existe um simbolismo atrás desta expressão: “escondido entre as bagagens”. Observamos que  havia em Saul o medo se ser rejeitado pelo povo, é certo  que um espírito de rejeição o acompanhava e seria manifesto mais fortemente mais adiante em sua vida quando Davi é elogiado publicamente pelo povo quando venceu a Golias (1 Sm. 18:7-10).

Toda pessoa que tem medo de ser aceito, que se sente rejeitada, precisa buscar quebrar a atuação deste espírito em sua vida, e pessoas que estão posição de liderança sofrem dano maior, pois este espírito usará da posição da pessoa para intensificar sua destruição nela afetando sua legitimidade para liderar.

Vamos passo a passo identificar os equívocos na liderança de Saul:

  1. Desobedeceu as orientações do profeta Samuel (1 Sm. 10:8; 13:8-12) – Saul demonstrou sinais graves de falha no seu caráter:

 

(a) Não seguiu o propósito (visão, planejamento, objetivos).

(b) Avançou alem da sua alçada (tomou lugar do sacerdote).

(c)  Sua atitude foi pensando em mais a si do que o reino (Filisteus me atacarão).

(d) Seguiu seus sentimentos (circunstâncias me forçaram)

 

  1. Espiritualidade disfarçada em interesses pessoais (1 Sm. 14:24 48) “que eu tenha me vingado dos meu inimigos”.

 

(a) Lutava por interesses pessoais (ninguém tinha comido nada ainda).

(b) Juramentos (votos) equívocos (Maldito aquele que comer antes do anoitecer).

(c)  Julgamentos precipitados (Aquele que cometeu pecado deve morrer).

(d) Efêmeras convicções (Será que Jonatas deve morrer?).

 

  1. Desobediência explicita as ordens de Deus (1 Sm. 15:1-34) – Saul resolveu tomar decisões contrarias as ordens de Deus, mesmo que as mesmas parecessem absurdas era uma ordem.

 

(a) Fez uso para si de coisas consagradas (Poupou Agague e tudo que era bom tomaram para si (v.21)).

(b) Teve medo dos soldados (tive medo dos soldados e os atendi)

(c)  Fez sua missão pela metade (Foi enviado em uma missão e fez a sua maneira).

(d) Não aceitou a correção (mas eu obedeci ao Senhor (v.20)).

 

  1. A inveja tomou conta da vida de Saul, não aceitava que outro pudesse fazer o que ele não conseguia 1Sm 18:7-9. A inveja abriu uma porta para um espírito maligno atuar na vida de Saul.

 

(a) Saul desejava morte de Davi (v.11).

(b) Saul tinha medo de Davi (v.12).

(c)  Saul criou um afastamento de Davi (v.13).

(d) Saul escondia seus verdadeiros interesses (V.21).

 

  1. Os passos que Saul deu quando estava na liderança de Israel, fez com que Deus o rejeitasse e o resultado foi que Deus não mais falava com ele 1Sm 28:5. Saul ressentia-se desta situação e começou a buscar uma forma de ouvir Deus.

 

(a) Desviou-se totalmente de Deus ( mandou procurar uma médium (v.7)).

(b) Precisava buscar uma palavra de aprovação (v.15).

(c)  Precisava de uma palavra de profecia para se orientar.

(d) Abriu seus ouvidos pra um espírito enganador.

 

Conclusão: Tomando como base a liderança de Saul, podemos ver que corremos um grande perigo de jogar fora tudo aquilo que o Senhor sonhou para nós. Assim com Deus chamou a Saul para liderar se segundo Seu coração, Saul não correspondeu as expectativas de Deus. Deus se frustrou com Saul.

Queremos ser uma equipe de liderança forte, madura e que obedece ao Senhor em todos os seus desígnios para nossas vidas. Devemos tomar o cuidado de seguir naquilo que o Senhor nos chamou, a visão que Deus nos deu para liderar multidões. Não inveje o sucesso de outro, não deseje o lugar de outro, não se sinta rejeitado. Todas estas atitudes causam um buraco no seu muro de proteção e satanás começa a ter vantagem sobre a sua vida.

Saul começou muito bem, mas terminou muito mal. Não queira só começar bem, começar bem não garante o teu sucesso. Procure começar e crescer em sua liderança seguindo os passos da visão, fazendo de acordo com os propósitos da igreja, isto sim garantira o teu sucesso, mesmo que em meio a caminhada você até tropece ou não se saia muito bem, há tempo de corrigir, porque o objetivo é terminar bem e isto significa dizer: “Deixar um legado”.

Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. (2 Timóteo 4:7).

José Carlos, pr

Última atualização em Sex, 22 de Agosto de 2014 14:01