Os inimigos da herança de Nabode

  • PDF

1ª Reis 21

Deus marca as nossas vidas com um destino profético que só pode ser ativado quando estamos alinhados com nossa paternidade espiritual. Toda herança é concedida de pai para filho e o filho para herdar a herança precisa estar alinhado com a sua paternidade espiritual. Esta herança é a unção que esta na paternidade. Apenas Arão foi ungido como sacerdote, todos os demais sacerdotes receberam a transferência pelo manto ou vestes sacerdotais  (Sl 133).

Assim como aconteceu com Elias e Eliseu. (2ª Reis 2:14)

Para que você possa se situar, você esta em uma igreja que promove a revelação do teu destino profético de forma intencional pela transferência do manto.

Até aqui tudo bem, reconhecemos que existe um herança , uma unção a ser transferida sobre nós!! Que maravilha alguém esta trabalhando para  seus filhos\ descendência. ( 2Co. 12:14)

Eu precisei construir este paradigma para poder falar dos inimigos desta herança.

Satanás por entender muito bem este conceito, faz de tudo para rompê-lo.

O texto que lemos nos fala de um homem chamado Nabode que tinha uma vinha. Esta vinha era a sua herança, um legado que havia recebido de seus pais.

Esta vinha foi alvo da cobiça e da inveja de Acabe que foi tentar negociar com Nabode a sua herança\unção.

Quantas pessoas tem negociado a sua herança, sua unção. (Gn 25:29-34)

Quanto esta valendo teu  ministério?

Nabode foi irredutível com Acabe: “não negocio minha herança”!!!!

Nabode pagou com a sua própria vida, por não querer negociar a sua herança.

Deus esta procurando este tipo de homem e mulher que não negociam sua santidade\herança.

Mas infelizmente existem os Acabes que querem a herança, querem a unção, mas não estão dispostos há um alinhamento paternal.

São aqueles que querem negociar, querem trocar. Como o Simão o mágico querem comprar a unção (At. 8:9-24)

O espírito de Acabe tem tomado muitas pessoas, pois elas se acham no direito de ter uma herança, mas sem a voluntariedade de se colocar em alinhamento com sua paternidade espiritual.

Os Acabes são sempre os ofendidos, os magoados porque não aceitam receber um não, mesmo que o “não” seja o certo (Pv. 18:19)

Acabe recebeu um não de Nabode (pois este não negociava seu ministério) e magoou-se abrindo a porta para o espírito de Jezabel. Recomendo o livro a Isca de Satanás (de John Bevere)!!

Enquanto que o espírito de acabe é o coitadinho, o ofendido, aquele que se fecha, que vai para cama e não come, não quer falar com ninguém, o espírito de jezabel é totalmente o oposto.

O espírito de jezabel não mostra a sua faceta, ele age de forma imperceptível, mas é o maior inimigo do destino profético, da palavra profética.

Um profeta precisa aprender a ser profeta, por isso tanto no velho, como no novo testamento a bíblia se refere às escolas de profetas.

O profeta caminhava alinhado com o sacerdote\rei no velho testamento e com os apóstolos no novo testamento.

O profético é eficaz quando esta alinhado com o apostólico (primeiros apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres (Ef. 4:11-12))

Quando a unção profética não esta alinhada com sua paternidade espiritual, este destino profético esta sujeito à manipulação do espírito de jezabel.

  • Jezabel se faz passar por quem não é (v.8)
  • Jezabel usa o sacro, a religiosidade para o desalinhamento da paternidade.
  • Jezabel manipula as palavras e as pessoas a fim de romper o destino profético.

O modelo de igreja estabelecida por Deus não é organizacional, mas relacional- o modelo de igreja e o modelo familiar. Pais que se relacionam com seus filhos.

Por isso devemos deixar um legado, uma herança.

Somos responsáveis por uma próxima geração que deve nascer sadia, fruto de uma liderança sadia que anda em alinhamento com sua paternidade espiritual, que desenvolve seu ministério debaixo do manto ministerial de seu tutor, se colocando como um discípulo que compra a visão, a missão daqueles que estão investidos de autoridade. Na bíblia sempre que alguém andou alinhado e honrando o oficio de quem estava sobre sua vida como autoridade foram frutíferos e seus frutos permaneceram.

Por isso percebo Deus não somente revelando a forma de atuação do inimigo, mas também liberando palavra de vitoria contra toda ação desta potestade.

È tempo de alinhamento, de convergência para desatarmos o destino profético de Deus sobre nosso chamado.

José Carlos, pr