ABANDONANDO A MENTALIDADE ESCRAVA

  • PDF

Texto base: Já não lhe tínhamos dito no Egito: Deixe-nos em paz! Seremos escravos dos egípcios! Antes ser escravos dos egípcios do que morrer no deserto! "Êxodo 14:12”

Existem pessoas que não conseguem distinguir os propósitos de Deus em suas vidas, são pessoas que vivem na ignorância dos seus pensamentos, com atitudes imaturas, inseguras e destruindo seu próprio destino. (Provérbios 20:5  Os propósitos do coração do homem são águas profundas, mas quem tem discernimento os traz à tona)

Não há como viver novos ciclos, com uma mentalidade presa nos ciclos passados, existe a necessidade de uma mudança de mente e atitude, pois mesmo que haja promessa não vou conseguir entrar em uma nova estação, em um novo ciclo. Recebemos uma porção da parte de Deus na semana passada sobre isto, muitas promessas, mas agora é preciso nos mover em direção as promessas de Deus.

O povo hebreu saiu do Egito pela mão forte de Javé, o EU SOU!! Saíram com um bilhete de entrada na terra prometida, a terra do leite e mel!!

Deus marca nossa entrada nos novos ciclos com momentos significativos!!

 

  • As nove pragas -  Deus marca o novo ciclo para Israel colocando em desordem a própria natureza para que pudesse revelar o seu poder aos opressores dos hebreus.
  • A décima praga – Deus marca o novo ciclo instituindo a páscoa, uma ato de libertação e livramento através do sangue que apontava para Jesus.
  • A chegada ao mar vermelho – Deus revela o desejo de  fazer Israel entrar em um novo ciclo, abrindo uma passagem no mar vermelho. A mesma passagem que foi liberdade para os hebreus, foi também a destruição dos egípcios.

 

Diante de tudo isto, os hebreus mantinham uma mente escrava, embora livres, suas mentes continuavam presa ao ciclo passado: “Somos escravos”!! “Antes ser escravos dos egípcios do que morrer no deserto”. ("Êxodo 14:12”).

Já li e ouvi a expressão de que o “deserto é escola de profeta”, pois muitos profetas foram conduzidos e viveram no deserto. Mas o deserto também marca ciclos em nossas vidas de duas formas:

1- Nos ensinado a depender de Deus e receber o seus milagres.

2 - Apenas vaguear no deserto para que a geração escrava de mente desapareça.

(Êxodo 14:13,14) Moisés respondeu ao povo: "Não tenham medo. Fiquem firmes e vejam o livramento que o Senhor lhes trará hoje, porque vocês nunca mais verão os egípcios que hoje vêem. O Senhor lutará por vocês; tão-somente acalmem-se".

É preciso ficarmos firmes diante das novas estações, não podemos ser românticos, ficarmos com a cabeça na lua, só imaginando!!

(Êxodo 14:15) Disse então o Senhor a Moisés: "Por que você está clamando a mim? Diga aos israelitas que sigam avante.

È preciso ação, atitude!! Precisamos nos mover!! Entrarmos na onda da nova estação, ir na direção em que o vento esta soprando. (Êxodo 14:21) Então Moisés estendeu a mão sobre o mar, e o Senhor afastou o mar e o tornou em terra seca, com um forte vento oriental que soprou toda aquela noite. As águas se dividiram.

Quando entramos em uma nova estação  percebemos uma mudança na atmosfera, das quais algumas delas podem ser incomodas para nós, mas necessário para nos mover e quanto maior a necessidade a intervenção de Deus, mais Ele se interessa:

(Êxodo 14:17) Eu, porém, endurecerei o coração dos egípcios e eles os perseguirão. E serei glorificado com a derrota do faraó e de todo o seu exército, com seus carros de guerra e seus cavaleiros.

Não se espante se na entrada de um novo ciclo os desafios se tornarem maior, as impossibilidades crescerem, pois Deus é especialista em provocar estas situações para que o nome dele possa ser glorificado!!

 

José Carlos, pr