CONSTRUINDO O FUTURO PELA ORAÇÃO E DECLARAÇÃO PROFÉTICA

  • PDF

Introdução. É consenso geral que nossas palavras têm uma forte influência sobre o que acontece conosco. Muitos têm suas próprias explicações para este fenômeno, porém a bíblia chama isto de declaração profética. Aquilo que declaro com frequência acreditando que vai acontecer é uma declaração profética. Será que coisas boas que acontecem comigo podem ter algo a ver com palavras que declarei por muito tempo? Será que coisas ruins que acontecem podem ter ligação com declarações negativas proferidas por mim? E se têm ligação; posso alterar ou construir o meu futuro usando declarações proféticas? Vejamos: Ez 37:1-10

1. Para construir o futuro precisamos ser bons observadores espirituais. Ez 37:1-2 Veio sobre mim a mão do SENHOR; ele me levou pelo Espírito do SENHOR e me deixou no meio de um vale que estava cheio de ossos e me fez andar ao redor deles; eram mui numerosos na superfície do vale e estavam sequíssimos. Deus levou o profeta a fazer uma análise da real situação, precisamos saber qual é o problema. Qual é o meu sonho e quão difícil é realizá-lo?

2. Deus desafia a nossa fé. Ez 37:3a Então, me perguntou: Filho do homem, acaso, poderão reviver estes ossos? Deus pergunta se é possível termos certos resultados e se é possível alcançarmos nossos sonhos. No encontro de Deus com o homem sempre há um desafio para ativar a nossa fé. Juízes 6:14 Então, se virou o SENHOR para ele e disse: Vai nessa tua força e livra Israel da mão dos midianitas; porventura, não te enviei eu?

3. Como respondo a este desafio? Ez 37:3b Respondi: SENHOR Deus, tu o sabes. Esta resposta não é bem a que Deus queria ouvir. Esta resposta indica falta de fé e que ele não queria se comprometer. Este é o tipo de oração que as pessoas usam expressão “ se for da tua vontade”. Eu preciso saber qual é a vontade de Deus lendo a bíblia. Assim como Ezequiel, Gideão e Moisés, nós temos a tendência de não acreditar que de fato chegaremos lá e realizaremos o sonho de Deus ou nossos sonhos, mas é preciso crer.

4. Deus nos ajuda em nossas fraquezas na fé. Ez 37:4 Disse-me ele: Profetiza a estes ossos e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do SENHOR. 5 Assim diz o SENHOR Deus a estes ossos: Eis que farei entrar o espírito em vós, e vivereis. Deus poderia ter encerrado a conversa com o profeta ao perceber sua falta de fé, mas continuou a ajudá-lo a crer para que o milagre acontecesse.

5. O barulho que pode nos tirar do foco. Ez 37:7 Então, profetizei segundo me fora ordenado; enquanto eu profetizava, houve um ruído, um barulho de ossos que batiam contra ossos e se ajuntavam, cada osso ao seu osso. No processo de caminharmos para o futuro seremos expostos a muito barulho. Pessoas falarão que este milagre não acontecerá. A falta de fé, o medo, a amargura, o ressentimento, a baixa autoestima, a rejeição, o orgulho, o conforto e muitas outras coisas farão barulho para nos tirar do caminho do milagre. Para construir um futuro de sucesso no Senhor precisamos olhar para o que é essencial e não nos desconcentrarmos.

6. Profetizar a palavra do Senhor e não minha palavra. Ez 37:4 Disse-me ele: Profetiza a estes ossos e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do SENHOR. Muitos adeptos do pensamento positivo acham que basta lançar suas próprias palavras positivas ao vento e elas se realizarão, porém é preciso profetizar a palavra do Senhor, declarar o que Deus quer fazer pelo seu poder e não pelo acaso.

7. Um dos objetivos dos milagres é gerar o conhecimento de Deus. Ez 37:6b E sabereis que eu sou o SENHOR. Deus quer que todos saibam que ele está operando em nossas vidas e que isto glorifique a Ele. A realização do meu milagre não é bom só para mim, é bom para Deus também, pois ele é glorificado. A realização do meu sonho é bom para Deus para que ele seja glorificado. Por isto a minha oração não pode ser de mendicância e sim uma oração de um vencedor sabendo que a nossa vitória é a vitória do nosso Pai.

8. O abandono prematuro da oração e da declaração profética. Ez 37:8 Olhei, e eis que havia tendões sobre eles, e cresceram as carnes, e se estendeu a pele sobre eles; mas não havia neles o espírito. O profeta olhou e viu que estava tudo perfeito, só não havia o espírito. Muitos olham superficialmente e chegam a conclusão que a bênção já veio e não velam pela palavra profética, pela oração. Outros até param de ir à igreja por acharem que já receberam o que queriam, mas ainda falta o principal, a bênção espiritual.

9. É preciso continuar a profetizar. Ez 37:9-10 Então, ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize-lhe: Assim diz o SENHOR Deus: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam. Profetizei como ele me ordenara, e o espírito entrou neles, e viveram e se puseram em pé, um exército sobremodo numeroso. Em vários momentos Deus ordena “profetiza!” No início do processo preciso orar e profetizar, no meio preciso orar e profetizar e no final preciso orar e profetizar.

Conclusão. O que Deus queria para o futuro do seu povo profetizado por Ezequiel? O que ele quer para o nosso futuro? Ez 37:26-28 Farei com eles aliança de paz; será aliança perpétua. Estabelecê-los-ei, e os multiplicarei, e porei o meu santuário no meio deles, para sempre. [...] As nações saberão que eu sou o SENHOR que santifico a Israel, quando o meu santuário estiver para sempre no meio deles. No nosso futuro Deus quer que tenhamos paz, que multipliquemos, que vivamos aliançados com ele, que sua presença seja muito forte em nosso meio como se estivéssemos sempre no santuário de Deus, que os outros saibam que somos tão abençoados porque Deus cuida de nós.

Vanderlei Cardoso, profeta e mestre.