- Transformando minha comunidade I

  • PDF

 

 


 

Transformando minha comunidade.

Parte 1

 

Texto base: Atos 17:6 “Porém, não os achando, arrastaram Jáson e alguns irmãos à presença dos magistrados da cidade, clamando: Estes que têm transtornado o mundo chegaram também aqui”.

 

 

Há muito tempo tenho ouvido falar sobre a transformação de comunidades e para algumas pessoas que converso isto parece ser uma utopia, embora que isto já esteja acontecendo em muitas comunidades espalhadas pelo mundo, alguns ainda não conseguem se ver dentro desta realidade.

Para mim que estou começando minha caminhada ministerial, acredito no poder de Deus para transformar minha comunidade, sei que isto não começou agora, mas ainda quando jovem despertado para uma missão estabelecida a partir de um sonho: Viamão transformada por Jesus!

Acredito que Deus só pode confiar grandes missões a pessoas que não desistem facilmente, ou melhor, jamais desistem. E transformar uma comunidade não é algo tão fácil assim, pois exigirá insistência da parte de quem esta incumbida da missão.

Quando olho para igreja identifico uma das principais causas da ausência de conversões, a incapacidade de impactar as pessoas. O texto acima destaca a ação transformadora do evangelho através de Paulo e Silas nas comunidades em que eles haviam passado. As pessoas que não acreditam em transformação são as mesmas que não querem a transformação, porque é melhor estar vivendo no seu “status quo” de sua religiosidade, impedindo a tão desejada transformação das pessoas, do que serem transtornado na sua religiosidade.

Quando assisto aos testemunhos de Transformações de comunidades como Cali, Ilhas Fiji, Omulu e outros eu me pergunto: Porque não em Viamão? Porque não em meu bairro? Qual a diferença destas comunidades em relação às outras? Acredito que esta na disposição das lideranças espirituais da cidade e não estou falando de ecumenismo, longe disto, porque uma transformação só ocorre quando existe inconformidade, é o que Paulo destaca em Rm. 12:2, não vos conformeis com os padrões deste mundo, mas “transformai-vos pela renovação da vossa mente”... A isto denominamos mudança de paradigma, saindo do conformismo e estabelecendo estratégias para alcançar a transformação, a partir de uma mentalidade renovada.

Eu não consigo me conformar com a situação espiritual da cidade de Viamão, não consigo me conformar com o numero de cristãos em nossa cidade, algo precisa ser feito e isto só ocorrerá quando houver transformação na mentalidade das lideranças evangélicas na cidade. Pode parecer presunção da minha parte, mas isto e a tónica da transformação das comunidades, mudança de comportamento de pastores e lideres para unir suas mãos, proclamar unidade da igreja dentro da cidade.

O pastor Rick Warren declara que nós não criamos os propósitos, mas nós os descobrimos, Pois estes já estão já estabelecidos por Deus e quando descobri meu propósito às coisas em minha vida ficaram mais claras. O forte desejo que tenho em ver minha cidade transformada me força a repartir isto com outras pessoas, porque eu não vou poder fazer isto sozinho, mas em unidade com o corpo de Cristo, agora aquilo que é minha responsabilidade, tenho me esmerado em fazer e disponibilizar minha vida para isto, junto com os discípulos que Deus tem me dado.

Transformação Já para Viamão!

 

 

José Carlos, pr